Páginas

29 de julho de 2011

VERMELHO na cozinha

Não há lugar melhor para utilizar a cor vermelha do que a cozinha! Além de estimular o apetite e os sentidos, torna o espaço mais requintado e intenso. Nós adoramos! Contudo, seu uso deve exigir cautela, afinal o vermelho é uma cor forte que estimula a sensação de movimento e ação e deve ser usada com moderação, pois em demasia pode gerar estresse e cansaço.

Dicas:
Em cozinhas pequenas utilize o vermelho apenas em detalhes, já em cozinhas amplas, você poderá abusar um pouco mais desta cor. Junto com tons de madeira escura, transmite elegância e sobriedade. Já combinada com cores amareladas confere um ambiente mais quente. O uso da cor branca vai suavizar e gerar equilíbrio! Uma parede próxima com as cores azul marinho ou cinza escuro cria um equilíbrio entre as cores frias e quentes. Os eletrodomésticos da linha inox super combinam com a cor em questão. E o preto, sempre elegante, exige muito cuidado ao lado do vermelho, pois são cores fortes e podem criar um ambiente cansativo e pesado!

Veja algumas imagens:

Abaixo, a cozinha experimental da loja Dimare em uns dos stands mais movimentados do grande Feirão Campimóveis que ocorreu nos mês de março desse ano aqui em Campina Grande! A bancada de refeições feita com Stone Italiana na cor Luci Viva (vermelho). Ficou show!


Gostaram?! Fiquem atentos, semana que vem tem mais post sobre cores!

27 de julho de 2011

Não contrataram um arquiteto...




Pois é, se deram mal! E não, não são montagens viu?!

É uma pena cenas como estas se repetirem todos os dias! Nós ficamos impressionadas como existem milhões de pessoas que poderiam ter um melhor aproveitamento de suas casas e se contentam em um ambiente “mais ou menos” pelo simples fato de achar que o arquiteto deixa tudo mais caro! Não é questão de caro ou barato, afinal caro é tudo que pagamos e não conseguimos atribuir seu valor... concordam?!

26 de julho de 2011

Sala de estar padrão médio


 A sala de estar é um dos ambientes mais visitados da casa! É super importante que os convidados e moradores se sintam bem e confortável, por isso deve ser um espaço bem projetado e decorado com muito cuidado!

Hoje iremos mostrar a vocês uma sala de apartamento de padrão médio com aproximadamente 11m², possuindo formato retangular com mais comprimento do que largura.

Vamos lá... Como vocês podem ver, revestimos parte da parede com painéis de madeira. É uma ótima escolha, pois fixa a TV e ajuda a embutir toda a fiação. Contornamos com espelhos o painel, obtendo uma sensação de amplitude. Já na parte inferior, projetamos um móvel baixo com portas de correr em vidro preto, dando sobriedade ao ambiente. O sofá retangular claro foi escolhido e se adaptou facilmente no espaço juntamente com almofadas na cor verde!



Se vocês notaram, o projeto ainda não está concluído... falta o tapete, a cortina e cadeiras de apoio. Mas o essencial foi transmitido e acreditamos que muitos de vocês se identificaram com esta proposta de sala que as construtoras adoram em seus projetos!

Obs: Os espelhos podem ser utilizados em vários tamanhos e formatos, acompanhando outros móveis ou apenas sendo o ponto central da decoração. Maaas, cuidado ao utilizá-lo, eles não devem ser colocados para substituir quadros. Também não coloque todas as portas de armários espelhadas por toda a casa, pois eles servem para ampliar e não para decorar TODO o ambiente.
 
 

22 de julho de 2011

Projeto de Closet


O closet planejado é uma excelente opção para quem quer ter um espaço organizado, funcional, prático e moderno na hora de escolher o que vai vestir.

Nosso post de hoje traz um projeto de closet sob medida criado por nosso escritório para um jovem solteiro. Num espaço de 7m², tudo foi baseado nas suas necessidades para se obter o máximo de conforto!

O espaço do closet está entre o dormitório e o banheiro. Primeiramente, pusemos uma porta de correr entre o dormitório e o closet. Depois passamos a projetar os módulos e optamos por fazer a disposição em ‘’L’’ para obter o maior aproveitamento do espaço. Uma fase imprescindível no projeto do closet foi a conversa com o cliente, pois foi nela que descobrimos todas as suas necessidades, tipos de roupas que mais veste, como gosta de guardá-las, quais prefere dobrada ou no cabide, uma média de sapatos, ternos, gravatas, roupas intimas, enfim... é importante saber tudo! Daí, todas as divisões internas foram feitas baseadas na conversa com o cliente!

Planta Baixa
 
Nesta primeira vista, colocamos três gaveteiros para roupas intimas dobradas, prateleiras para roupas de cama e banho, e uma gaveta com chave para relógios e jóias.

    Maquete                                  Projeto Pronto
 
Como optamos pela disposição do closet em “L” foi necessário usar o módulo de canto. Foi bastante pertinente este espaço, pois utilizamos para abrigar os ternos e camisas sociais e na parte inferior optamos por um cabide reto para as calças.

         Maquete                                     Projeto Pronto
 
Continuando...  as roupas informais ficaram em outro módulo para facilitar na organização e visualização. As camisas e shorts dobrados tiveram lugar nas quatro gavetas e o cabideiro superior ficou separado para blusas.  

         Maquete                                  Projeto Pronto
Com uma profundidade menor, o sapateiro oferece prateleiras de correr e distâncias entre elas de 17 cm.  E ainda dentro do closet utilizamos o acessório para gravatas e cintos.

                   Sapateiro                    Acessório para gravatas e Cintos

E aí, vamos projetar seu closet?
Bom fim de semana pra vocês!